História





RESUMO HISTÓRICO

O Centro de Assistência Paroquial de Pampilhosa (CAPP), foi criado em 17 de abril de 1954, por iniciativa da Fábrica da Igreja de Pampilhosa, tendo como principal impulsionador o Sr. Padre Torres, então ao serviço desta comunidade.

Nessa época, o CAPP desenvolveu a sua atividade assistencial prestando cuidados de saúde em instalações anexas à Igreja Paroquial. Simultaneamente  prestava serviço de alimentação no seu edifício próximo do atual Infantário, composto por cozinha com forno e refeitório, conhecido por edifício da “Sopa dos Pobres”, vindo este a ser posteriormente demolido no final do 1º trimestre de 1996.

Após sucessivos contatos com a segurança social de Aveiro, nos anos de 1975/76, por iniciativa do Sr. Padre Rolando Simões, dá-se início, à nova fase do CAPP, com o apoio à infância, num edifício cedido pela então Liga dos Amigos da Pampilhosa.

A 26 de junho de 1978, inicia-se a implantação do novo edifício pré-fabricado (construído na Pampilhosa), com capacidade para apoiar 100 crianças.

 

 

 

A 10 de novembro de 1984, decide-se adquirir o terreno para a futura construção do Centro de Idosos, agora denominado de ERPI (Estrutura Residencial para Idosos).

No dia 24 de maio de 1986, fica decidido adjudicar a 1ª fase de construção do Centro de Idosos enquanto que, ao mesmo tempo, continua a funcionar numa garagem adaptada, o Centro de Dia da Instituição.

Em outubro de 1994, dá-se inicio às atividades de Tempos Livres no Canedo, denominado atualmente como resposta social de CATL ( Centro de Atividades de Tempos Livres).

A 1 de março de 1995 é concluído o centro de Idosos com a entrada dos primeiros utentes/clientes, para as residências.

Em 2001, é finalizada a construção do novo edifício do Infantário e iniciam-se as suas atividades, neste novo equipamento, em 15 de Outubro de 2001.

Em Agosto de 2010, é decidida a requalificação do jardim envolvente, exterior do Infantário, tornado-o num espaço mais seguro e aprazível para as crianças. 

Em Dezembro de 2012, dá entrada na Camara Municipal da Mealhada, o projeto de ampliação da ERPI, cuja respetiva aprovação vem a acontecer em Dezembro de 2013.

Desde o seu nascimento, até aos dias de hoje, o CAPP tem vindo a evoluir e a expandir o apoio ás pessoas da sua comunidade e freguesias limítrofes. Todo o trabalho desenvolvido, foi possível graças ao empenho e dedicação das pessoas que compuseram os sucessivos orgãos sociais da organização, aos seus colaboradores, clientes, parceiros e comunidade.

Juntos continuaremos a crescer, pois o caminho faz-se caminhando.